Twitter

ESCOLA 7 DE OUTUBRO > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > DEZEMBRO DE FORMAÇÃO SINDICAL NA ESCOLA 7 DE OUTUBRO

Dezembro de formação sindical na Escola 7 de Outubro

21/12/2017

Escola Sindical 7 de Outubro potencializa a formação histórico-social dos (as) trabalhadores (as) das entidades sindicais CUTistas no mês de dezembro

Escrito por: Emanoel Sobrinho, educador da Escola Sindical 7 de Outubro

 

A Escola Sindical 7 de Outubro é um instrumento pedagógico da formação sindical da Central Única dos Trabalhadores. Embora sua sede esteja localizada no Barreiro, bairro de tradição operária de Belo Horizonte/MG, onde ocorre grande parte dos cursos de formação da Escola Sindical, sua área de atuação se estende para os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Em dezembro deste ano, os cursos ofertados priorizaram as áreas de formação de formadores (continuado e inicial), negociação coletiva e concepção, estrutura e prática sindical, através dos programas formativos da Política Nacional de Formação, coordenados pela Secretaria Nacional de Formação da CUT (SNF), e do atendimento de demanda formativa do Sindicato dos Trabalhadores em Extensão Rural de Minas Gerais (SINTER-MG).

Para Adilson Pereira dos Santos, coordenador geral da Escola Sindical 7 de Outubro, o conjunto das atividades formativas realizadas em dezembro demonstra a vitalidade da  ação formativa da Escola Sindical, bem como a importância estratégica da formação para fortalecer o sindicalismo e suas práticas de solidariedade de classe face o contexto atual das lutas sociais no Brasil.

 

Formação de Formadores na sala de aula e nas ruas

Entre os dias 04 e 06 de dezembro, 14 dirigentes e militantes sindicais do SINDSEP-MG (servidores federais), STIM Juiz de Fora e SINDMETAL BH/Contagem (metalúrgicos), SINTRAF Simonésia (agricultura familiar), SindUTE-MG (educação estadual) e SINTER-MG participaram do 2º Módulo do Curso de Formação de Formadores Continuado (FFC), realizado na Escola Sindical.

O módulo formativo do FFC permitiu o intercâmbio de experiências formativas de base desenvolvidas pelos (as) formadores (as) e suas entidades sindicais, a produção de reflexões críticas sobre as tendências da ação sindical e a configuração atual do sindicalismo brasileiro, bem como a apropriação do projeto “O Brasil que o Povo Quer”, apresentado por Isabel Leandro, diretora executiva da Fundação Perseu Abramo.

Para Isabel Leandro, a plataforma digital “O Brasil que o Povo Quer” é uma ferramenta poderosa para estimular a participação da sociedade na construção das diretrizes do projeto de Brasil, a partir de temas candentes da realidade brasileira, como trabalho decente, liberdade de expressão, drogas, saúde, combate à miséria.

As lutas sociais fazem parte do currículo de formação da Escola Sindical. Por essa razão, a turma de dirigentes e militantes sindicais foi deslocada para a Praça Afonso Arinos, onde participou do ato de rua contra a Antirreforma da Previdência Social, coordenado pela CUT-MG e movimentos sociais, no dia 05 de dezembro. O ato foi encerrado na Praça Sete de Setembro, reunindo milhares de manifestantes, com o apoio da população da capital mineira.

Turma do FFC com Beatriz Cerqueira, presidenta da CUT-MG, e Jairo Nogueira, secretário-geral da CUT-MG.

 

Negociação Coletiva de Trabalho

A partir da ação conjunta entre Escola Sindical, secretarias de formação e relações do trabalho da CUT Minas Gerais e secretaria de formação da CUT Espírito Santo, mais de 10 dirigentes sindicais participaram do 4º módulo do Curso de Negociação e Contratação Coletiva, realizado nos dias 11 e 12 de dezembro, na Escola Sindical.

Nesta etapa, os (as) participantes apresentaram um levantamento da contribuição do Curso para o fortalecimento das campanhas salariais dos Ramos da CUT e da sua intervenção nas mesas de negociação protagonizadas pelo SENALBA-ES (trabalhadores do Sistema “S”), SINSEP (servidores municipais de Timóteo), SINDIUPES (trabalhadores da educação do Espírito Santo), SINDAEMA (trabalhadores do saneamento ambiental do Espírito Santo), SINDIMETAL BH/Contagem e SINTESES (trabalhadores de entidades sindicais do Espírito Santo).

Além disto, o Curso possibilitou reflexões sobre os impactos da Antirreforma Trabalhista e da Lei de Terceirização nas negociações coletivas de trabalho, do setor público e da iniciativa privada. Um dos palestrantes deste módulo, foi Marcos Leandro, secretário de formação da FETAM-MG e secretário de relações de trabalho da CUT-MG.

Dinâmica grupal sobre processo de negociação coletiva

 

Formação de Formadores Inicial

A educadora Silvia De Martin, da Escola Sindical, coordenou o 4º módulo do Curso de Formação de Formadores Inicial, envolvendo 8 dirigentes sindicais dos Bancários, Enfermeiros e Eletricitários do Rio de Janeiro e dos trabalhadores da Indústria de Alimentação, Servidores Federais e Metalúrgicos de Minas Gerais.

O Curso permitiu aos (às) participantes conhecer como se organiza a Rede de Formação Sindical da CUT e o aprofundamento de temas relacionados à educação popular no movimento sindical, hegemonia e ideologia.

 

Curso de Concepção, Estrutura e Prática Sindical do SINTER-MG

O Sindicato dos Trabalhadores em Extensão Rural de Minas Gerais (SINTER-MG) tem buscado a parceria da Escola Sindical para potencializar a sua ação formativa junto aos dirigentes e militantes sindicais da base de representação na EMATER Minas Gerais.

Além da participação no Curso de Formação de Formadores Continuado (FFC), através da iniciativa conjunta SNF/CUT e FASER (Federação dos Trabalhadores da Assistência e Extensão Rural e do Setor Público Agrícola do Brasil), com os dirigentes sindicais Ronaldo Aquino (secretário de formação), Janya Costa (secretária de comunicação e cultura) e Guilherme Sales (diretor de base), o SINTER-MG promoveu o Curso de Negociação Coletiva para sua Direção Executiva (em setembro deste ano) e o Curso de Concepção, Estrutura e Prática Sindical (CEPS), contando com o suporte didático-metodológico da Escola Sindical 7 de Outubro.

O Curso de CEPS teve como público os mais de 30 dirigentes que compõem o Conselho Deliberativo do SINTER-MG, e foi realizado num Hotel Fazenda no município de Moeda, nos dias 14 e 15 de dezembro deste ano.

Nesta primeira etapa do Curso, os (as) dirigentes sindicais foram estimulados a desenvolverem uma reapropriação crítica da História do Brasil, a partir da ótica das lutas da classe trabalhadora no país e no mundo, bem como aprofundaram seus conhecimentos sobre a CUT e seu projeto estratégico de organização sindical classista, democrática, combativa e de massas.

Conselho Deliberativo do SINTER-MG, reunido em Moeda/MG.

 

Segundo o coordenador geral da Escola Sindical, Adilson dos Santos, além de mobilizar os sindicatos cutistas do sudeste brasileiro para participar dos cursos desenvolvidos pela Escola Sindical, através da Política Nacional de Formação da CUT, busca-se ampliar o atendimento da demanda formativa apresentada pelos sindicatos, federações e secretarias estaduais de formação. “Em janeiro deste ano, já está agendado curso de negociação coletiva para o SINDSEP-MG; e ainda no primeiro semestre daremos continuidade à formação de negociação coletiva e em CEPS para o SINTER, contribuiremos na formação de turmas regionais do SINDSEP-MG, assim como na realização do curso continuado de formação de formadores para a FASER”, afirmou Adilson.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Cedoc/CUT IOS/CUT Unisoli

Escola Sindical 7
Rua Nascimento, 101 | Barreiro de Cima | Belo Horizonte | MG | CEP 30620-390
Tel.: (55 31) 3383.6789 | www.escola7.org.br